A era da abstração

Primeiro vamos ao conceito, segundo o dicionário, abstração é um estado de alheamento do espírito, é ficar fora de si, é um devaneio, é afastar o pensamento, é se abstrair. Por extensão é a falta de atenção, a distração e a desatenção. Nunca na história da humanidade fomos bombardeados com tantas informações e tanta facilidade de acesso a elas como agora. Vivemos na era digital, o encantamento da internet e o fascínio de tudo que ela nos proporciona. Apesar dela ser nossa grande aliada, temos sido vítimas dela também. Muitos estão se deixando cegar pela tecnologia, tornando desnecessário o contato humano, a presença real na vida das pessoas. Graças a ela criamos o mundo da superficialidade, ficamos robotizados, sabemos o que acontece no mundo em alguns segundos, mas não sabemos o que está na mente e no coração das pessoas ao nosso lado e, ainda pior, não sabemos o que acontece dentro de nós. Vivemos numa abstração sem fim. Quando estamos no estado de abstração desconectamos de nós mesmos, dos outros e de nossas obrigações.
Consequências do estado de abstração: desconexão interior, superficialidade, improdutividade, falta de foco, ansiedade, vazio existencial, pensamentos acelerados, vulnerabilidade, etc…Para quem deseja sair do estado de abstração e se tornar mais eficiente, focado e produtivo, apresento-lhe um caminho infalível:

Os 4 pilares para se curar da abstração:

1 – Tenha consciência da sua vida. Responda a pergunta: – quais são as 5 coisas mais importantes de sua vida? Escreva a resposta em sua agenda. Respondendo essa pergunta você encontrará quais são seus valores. Toda vida deve ser pautada em valores, são eles que dão suporte às nossas boas ações, procure refletir sobre seus valores e viver de acordo com eles.

2 – Toda manhã, ao se levantar, antes de fazer qualquer ação, de pensar nas suas atividades do dia, ler algum jornal ou ligar a TV, entre para dentro de si mesmo, tire pelo menos 10 minutos para conectar com a sua essência interior, abastecendo-se de sua divindade, tenha um encontro marcado com seu Deus toda manhã, nutrindo-se de sua essência divina.

3 – Escreva sua agenda do dia, em ordem de importância, e comece fazendo o que é mais urgente, depois o que é importante e não urgente, mantenha-se focado em você e em suas metas diárias.

4 – No fim da noite, ao repousar, faça um balanço de seu dia, avaliando suas ações, praticando a gratidão com Deus e com todas as pessoas que foram significativas no seu dia. Estes são alguns dos segredos dos grandes realizadores do mundo moderno, seja mais um deles.

por José Osvaldo Oliveira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *