A revolução da Gentileza nos ambientes corporativos

O mundo está cada vez mais competitivo, muitos ambientes profissionais parecem ambientes de guerras, gente sisuda por todos os lados. Preste atenção nas portas das fábricas, quando chegam os operários, cada um com sua armadura, semblante fechado, pouca conversa, concentrados para dar início a mais uma batalha: é p reciso produzir, vender, entregar, receber… tudo muito rápido. São metas e mais metas, cada vez maiores. Infelizmente é assim e não tem como ser diferente, é competição global. Os mais espertos e eficientes engolem os lentos e ineficientes. Considerando que as metas da empresa sejam sensatas e realizáveis é preciso enfrentá-las com sabedoria para fazer do ambiente profissional um lugar de boa convivência, bem-estar e metas vencidas. Existem duas maneiras de encarar os desafios da empresa: sendo inimigo de suas metas e trabalhando com raiva e mau humor, o que vai dificultar tremendamente a realização da mesma, além de comprometer sua saúde e qualidade de vida. Ou ser amigo das metas da empresa, enfrentando-as de modo proativo, de bem com a vida e com as pessoas à sua volta. Esta é a maneira mais fácil e inteligente de realizar qualquer meta. Em minhas experiências com consultoria em gestão de pessoas e processos, tenho procurado criar um ambiente profissional assim, com mais harmonia e alegria, quebrando velhos paradigmas de ambientes corporativos, com foco nos resultados da empresa e no bem-estar dos colaboradores.

COMO FAZER ISSO NA PRÁTICA:

Tenha uma visão macro do mercado de trabalho: o mundo trabalha assim. A empresa que não tiver metas ousadas e buscar atingí-las não vai sobreviver no mercado globalizado. Essa é uma realidade que não tem como mudar. O que não posso mudar devo compreender e aceitar. Olhe para sua vida pessoal: suas conquistas, sua família, seus amores e seus amigos. Deixe-se motivar por tudo de bom que faz parte da sua vida.

Veja além de suas atividades, sinta-se parte de sua equipe de departamento e de toda a corporação que faz a empresa funcionar. Todos fazem parte da mesma orquestra que entoa uma mesma melodia. Quanto mais afinada e alinhada estiver a orquestra, mais musicalidade, prazer e resultados ela produzirá. Seja amigo de seus colegas de trabalho, pratique a gentileza, cumprimente-os com um caloroso aperto de mão, um abraço, um sorriso, ou simplesmente um aceno, elogie quando tiver oportunidade e ofereça ajuda a quem está com dificuldade. Não importa seu nível hierárquico na empresa, superior ou subordinado, pratique a gentileza com todos. A gentileza abranda o coração, torna o ambiente mais agradável e as pessoas mais felizes e, pessoas felizes são mais produtivas e saudáveis. Cara feia pode até representar uma pessoa comprometida, mas duvido que esteja feliz e dando o melhor dela. Querer o bem dos outros e fazer o bem para seus colegas é a maneira mais poderosa de trabalho em equipe e geração de resultado, com acidente zero. É por isso que continua fazendo muito sentido a expressão: “Faça aos outros o que gostaria que fizessem a você”. Pense na lei do retorno: o mundo nos dá de volta tudo o que fazemos aos outros. Um recado especial aos que ocupam cargo na empresa: mesmo que, em algum momento tenha que endurecer, por favor, mantenha sempre a serenidade e ternura. Isso muda o mundo!

por José Osvaldo de Oliveira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *